EcoFotos | Viaje pelo mundo da fotografia

[BA] Itacaré

Essa viagem fez parte de minhas férias de outubro de 2006 e escolhi a Costa do Cacau (Ilhéus, Serra Grande e Itacaré) e Costa do Dendê (Península de Maraú) pois são excelentes locais para quem deseja algo mais, além de um bom litoral com belas praias. Pois, além de ter as praias mais bonitas do estado conta com uma série de atrações como rafting, passeios de canoa, off-road e belas trilhas em mata atlântica.

:::

Confira a galeria de fotos dessa viagem


A Costa do Cacau é um dos únicos lugares da Bahia onde a mata atlântica foi preservada até o litoral por influência do cacau. Como ele necessita de sombra para se desenvolver a mata foi preservada.

Itacaré foi descoberto pelo ecoturismo há poucos anos e hoje está entre os lugares mais procurados em agências de viagens ou mesmo como destino dos viajantes independentes, como eu.

Situado há 65 km ao norte de Ilhéus é acessado pela BA-001, uma das melhores rodovia parque do Brasil, pois conta com passagem subterrânea para travessia do guaiamum (espécie de caranguejo) e telas no topo das árvores para que os primatas cruzem a rodovia.

Itacaré tem cerca de 20.000 habitantes onde 60% vive na zona rural. Suas ruas estreitas e de paralelepípedo são um convite para caminhar entre os inúmeros bares, restaurantes e lojas de artesanato. A vida noturna também é agitada contando com forró quase todas as noites na praia da Concha. Também é possível encontrar um restaurante com um prato que lhe agrade, pois as opções gastronômicas variam da cozinha internacional, mexicana, japonesa dentre outras.

Ilhéus, é a terra do Jorge Amado, local de tradição dos coronéis do cacau, que ainda hoje tentam sobreviver depois da avassaladora praga da vassoura-de-bruxa. A cidade é ponto de apoio para quem quer chegar a Itacaré. Cidade antiga, de belos casarões. Conta com muitos passeios em fazendas de cacau, passeios de barco pelo Rio do Engenho e a famosa lagoa Encantada, local de belíssimas cachoeiras.

Outro lugar de lindas paisagem é o vilarejo de pescadores de Serra Grande, localizado entre Ilhéus e Itacaré, um local privilegiado por um dos mirantes mais bonitos da Bahia, onde anualmente acontece campeonatos de paraglider.

Para conhecer esta jóia da Bahia fui assessorada pela Paula Costa da Ação Consultoria e Marketing Turístico, empresa que divulga o turismo na região.

Dia 1 – Rafting no Rio de Contas em Itacaré / Taboquinhas

Após um bom café da manhã da pousada Solarium, fui até Taboquinhas, distrito de Itacaré, há cerca de 30 km em estrada de terra. A estrada não é das melhores e em época de chuvas pode ser complicado ir com carro passeio. Uma vez lá, fui recebido pela equipe da Ativa Rafting, que está muito bem instalada às margens do Rio de Contas. Aliás, foi muito interessante ter visitado sua nascente uma semana atrás na Chapada Diamantina e agora estar aqui justamente onde ele está prestes a desaguar no Atlântico.

Após conhecer toda a equipe nos preparamos para a decida. Como eu era o único “turista” fui acompanhado por cinco guias – mais seguro não poderia estar J

Fomos de carro 3 km rio acima e lá botamos o bote na água. Como sempre o início é tranqüilo e aí começam as corredeiras e quedas. Passamos por várias delas e algumas com níveis surpreendentes III e até IV+. A penúltima exigiu uma avaliação antes de encará-la. Tudo foi muito bem, até que na última, decidimos (eu concordei) em retornar para “surfar” na queda. Como eu era o primeiro no bote fui dragado pela queda e levei um bom tempo para retornar à tona. Foi uma boa experiência para reafirmar que com a natureza não se brinca.

Para relaxar e esquecer um pouco o susto nada como uma tirolesa, que obviamente termina na água J

Após tantas horas na água o almoço veio bem a calhar com a tradicional comidinha caseira da região. À tarde tive uma aula sobre a cultura do cacau e de como a praga da vassoura-de-bruxa mudou a história da região. Trata-se de uma doença causada por um fungo de origem amazônica que ataca e destrói o cacaueiro. Existe uma forte suspeita que ela foi propositalmente espalhada no sul da Bahia para diminuir o poder dos grandes fazendeiros. Porém, saiu do controle e praticamente aniquilou a cultura da região causando enormes conseqüências à comunidade.

Dia 2 – Passeio de canoa no Rio de Contas e Praias Urbanas – Itacaré

A programação do dia foi remar no Rio de Contas numa canoa entalhada em madeira. O passeio é um dos diferenciais de Itacaré e é muito procurado por turistas, causando inveja nos proprietários de barcos motorizados. A grande atração do passeio foi ouvir a histórias de seu Lauro, canoeiro que esbanja vitalidade aos 65 anos e com 12 filhos (todos com nomes começando com Lau). No passeio foi possível contemplar com calma toda a beleza do rio, suas margens e as belezas de seus mangues. O destino é uma cachoeira, onde se pode relaxar por algum tempo até o caminho de volta. Lá, finalmente pude conhecer o guaiamum. Na volta, a parada é num dos restaurantes à suas margens onde comi um peixe maravilhoso.

Como o retorno à Itacaré foi ao final da tarde quase tive que fazer mágica para conseguir conhecer e fotografar todas as praias urbanas: concha, resende, tiririca, costa e ribeira.

Dia 3 – Península de Maraú

Esse foi o dia mais esperado por mim. Estava curioso para conhecer a península de Maráu, pois além de conhecer suas paradisíacas praias iria fazer um off-road acompanhando os guias da região nos robustos Land Rovers.

O café foi corrido, pois a balsa sai às 8h e quase a perdemos. Como havia chovido muito a estrada estava como um bom jipeiro gosta, muita lama e buraco. Minha missão era não perder o Alexandre (Gordinho) de vista (guia numa Defender 110), pois não conhecia o caminho J

A primeira parada foi no morro da bela vista, que a priori não tinha vista alguma. Porém, num instante o tempo abriu e seu nome se justificou. Alguns sacolejos mais e passamos pela trilha das bromélias gigantes. A próxima parada já foi beira-mar num visual incrível. O nosso objetivo era Taipus de Fora, onde aproveitamos para descansar, tomar sol, banho de mar e almoçar no Gaucho’s.

Infelizmente a maré já estava alta e não pudemos ver as piscinas naturais, que são uma das grandes atrações. No caminho de volta a parada foi na serena lagoa azul, onde um banho de água doce foi inevitável. Antes de deixarmos a península fizemos a última parada obrigatória: compra de doces caseiros.

Retornando à Itacaré segui para Ilhéus para hospedar-me no Tororomba Ecoresort localizado no distrito de Olivença ao sul de Ilhéus.

Dia 4 – Lagoa encantada

A programação do dia foi conhecer a lagoa encantada que está localizada entre Ilhéus e Serra Grande pela BA-001. Depois de deixar o asfalto restam 13 km de terra bem conservados.

Seus 6,4 km2 de espelho d’água estão envolvidos por uma área de proteção ambiental (APA da Lagoa Encantada) e há uma comunidade ribeirinha que depende dela para seu sustento.

Nosso guia local foi o Poeta, assim conhecido por ser autor de várias poesias sobre a lagoa. O passeio sai da comunidade, cruza a lagoa e adentra no rio Almada passando por manguezais e as cachoeiras do véu de noiva e Apepiqui. Lá, há um bar/restaurante e é possível contratar guias mirins para conhecer outras trilhas e cachoeiras. Nossa opção foi almoçar no restaurante do próprio Poeta no retorno à comunidade.

No final da tarde fomos até um mirante na BA-001 de onde é possível avistar a bela praia da Serra Grande.

——
Serviços

Ação Consultoria e Marketing Turístico
Paula Costa
paula@itacare.com.br
(73) 8101-5363
Ilhéus – BA

Encantur – Viagens Câmbio e Turismo
(73) 2101-3900
Centro de Ilhéus
Aeroporto Jorge Amado
Shopping Jequitibá Plaza em Itabuna
Ilhéus – BA

Pousada Solarium
Condomínio Conchas do Mar
Quadra B 32 – Praia da Concha
(73) 3251-3031 / 2238
pousadasolarium@ig.com.br
Itacaré – BA

Pousada Maria Farinha
reservas@mariafarinhapousada.com.br
(73) 3251-3515
Itacaré – BA

Pousada Serrazul
Rod. Ilhéus-Itacaré, km 30
reservaserrazul@yahoo.com.br
(73) 3086-1777 – (73) 8823-5837
Serra Grande – BA

Tororomba Ecoresort
(73) 3254-1414
Rod. Ilhéus-Comamdatuba, km 21
Olivença – BA

Passeios de canoa
Laurindo
(73) 8123-0750
Itacaré – BA

Passeios na lagoa Encantada
Poeta
(73) 8109-4864
Ilhéus – BA

Gaucho’s Pousada e Restaurante
(73) 3258-9014 (73) 9986-2076
Taipus de Fora
Península de Maraú – BA

Dedo de Moça restaurante
Rua Plínio Soares, 26
Itacaré – BA

Espaço Brasil restaurante
Rua Pedro Longo, 196
(73) 3251-3320
Itacaré – BA

Leia os 2 Comentarios sobre esta viagem

Percy disse:
02/11/2010

Fala Adilson,

O seu site é bem interessante e passa muitas dicas, espero que um dia consiga atingir o seu objetivo que é viver viajando. Fui para Itacaré em 2008 e fiz o rafting na cidade Taboquinhas, muito bom. Gostei bastante de Itacaré. Boa sorte para você. Abços, Percy

ecofotos disse:
08/11/2010

Olá Percy
Legal que tenha gostado. Como costumo dizer são mensagens como as suas que me motivam a continua editado o site.
Super abraço e até a próxima reunião.

Participe! Comente aqui