EcoFotos | Viaje pelo mundo da fotografia

[SP] Caminho do Sol

O caminho do sol é um roteiro para peregrinos idealizado por José Palma e é considerado um preparatório para quem deseja fazer o famoso caminho de Santiago de Compostela na europa. O trajeto total é de 241 km partindo de Santana do Parnaíba passando por Pirapora do Bom Jesus, Cabreúva, Itú, Indaiatuba, Elias Fausto, Salto, Capivari, Mombuca, Saltinho, Piracicaba, São Pedro e terminando em Águas de São Pedro.

O relevo da região é bastante plano e não oferece dificuldades tanto para caminhantes como para ciclistas. O trecho inicial é por asfalto e o restante por terra, passando por áreas rurais, na sua maioria áreas de canaviais.

:::

Confira a galeria de fotos dessa viagem


Nossa viagem pelo caminho do sol aconteceu de 25 a 27 de janeiro de 2008 e foi organizada pelo Felipe e Guilherme do Bikexplorer. Nosso grupo era formado por: Adilson, Guilherme, Felipe, Zanotto, Massa, Cello, Raphael, Carlão e o Vinícius que foi nosso motorista no apoio. Como a maior parte do grupo era composta por atletas, o rítimo foi bem puxado:

Dia 1 – Santana do Parnaíba – Fazenda Cana Verde – 62 km

Como a maior parte do grupo é de Alphaville, já saímos pedalando de lá até Santana do Parnaíba, isso já incrementou 10 Km no roteiro. Lá nos reunimos na matriz para a foto de partida e na seqüência passamos na pousada 1806 onde pegamos as credenciais e o passaporte, a ser carimbado pelo caminho. A primeira parada foi no mirante de Pirapora. Além das belezas da cidade, de lá é possível ver uma triste cena: a espuma sobre o rio Tiête gerada pela poluição vinda de São Paulo. Alguns quilômetros mais e tivemos um pequeno problema. O Rafael derrapou na beirada da estrada e caiu. Por sorte não foi nada grave, mas os ralados na cocha e no braço impediram nosso amigo de seguir pedalando. Sem outra opção, foi fazer companhia ao Vinícius no carro.

Um pouco mais tarde já entramos na terra e o pedal ficou muito mais gostoso. Nossa parada para lanche foi no Armazém Limoeiro. Após vários sanduíches de mortadela partimos para o trecho final de cerca de 15 km até a fazenda Cana Verde. Neste ponto a chuva nos acompanhou até a fazenda. Nossa hospedagem foi no albergue para peregrinos e após lavar as bikes e por as roupas para secarem fomos almoçar por volta das 16h. No final da tarde, quando finalmente a chuva parou, conseguimos explorar a fazenda, que é produtiva e além de gansos, búfalos, carneiros, conta com centenas de cavalos utilizados para campeonatos de Pólo.

Dia 2 – Fazenda Cana Verde – Mombuca – 78 km

O dia ainda estava bem nublado, mas a chuva havia dado uma trégua. Após um bom café da manhã partimos para nossa jornada até Mombuca quase que ao mesmo tempo em que um grupo de peregrinos também iniciava sua jornada. O dia estava ótimo para pedalar e o caminho foi sempre por estradas de terra com pouco movimento e muitas plantações, principalmente cana. Algumas das mais belas fotos da viagem foram feitas numa barragem. Nossa parada para almoço/lanche foi em no centro de Capivari e o cardápio foi pizza em pleno almoço. A atração na parte da tarde foi a parada num alambique, onde quase todos provaram da boa pinga da região, extraída de tonéis de milhares de litros. Outra dica é a rapadura com sidra e côco – maravilhosa.

Alguns quilômetros mais e chegamos na segunda pousada Recanto dos Amigos Peregrinos em Mombuca. A instalação é na própria casa da proprietária e como éramos o único grupo tínhamos bastante espaço.

Como chegamos cedo, por volta de 14h, tiramos o resto da tarde para descansar e tomar uma cervejinha em frente à matriz. O jantar foi servido na própria pousada e estava muito bom.

Dia 3 – Mombuca – Águas de São Pedro – 91 km

O dia começou cedo, pois os caras ficaram de bobeira ontem e resolveram acordar 6:15h para limpar as bikes. Como a minha já estava limpa fiquei enchendo o saco dos outros J

Esse é sem dúvida o dia mais duro, pois além da quilometragem maior, há mais subidas e o trajeto é praticamente dentro de canaviais. Partimos por volta das 8h e em pouco tempo já estávamos no meio do canavial que nos acompanharia praticamente até o final da viagem. Um dos pontos bons deste trajeto é que em alguns pontos as estradas entre os canaviais têm um pedrisco e são bem planas, permitindo uma boa velocidade. A parada para lanche foi em Artemis, município de Piracicaba e o cardápio foi pão com mortadela. Esse também foi o dia em que mais consegui fotografar, pois havia vários pontos interessantes.

Chegamos em Águas de São Pedro às 14h já buscando os principais pontos para fotos: placa da casa de Santiago e a igreja com a imagem do aposto Tiago. O ponto final do caminho é na casa de Santiago, uma bela área verde no centro da cidade. Na chegada é uma tradição tocar bem forte o sino da entrada e ser recebido pelo idealizador do caminho, José Palma. Ele já nos aguardava no altar onde ficam as imagens de Santiago e São Francisco de Assis. Palma nos comentou sobre o caminho e deu inicio a entrega dos certificados. Uma cerimônia bem interessante onde cada participante deve escolher entre o grupo quem fará a entrega do documento. Foi um momento muito importante onde todos recordaram os bons momentos que passamos juntos nos últimos 3 dias.

Após a missão cumprida e um bom banho fomos comemorar numa pizzaria. Enquanto isso nosso amigo Lobo, já estava colocando as bikes na van que nos traria de volta à Sampa.

Sem dúvida alguma essa foi mais uma excelente viagem onde pudemos desfrutar de belos lugares na presença de bons amigos e adicionar mais experiências à nossas vidas.

:::

Confira o audiovisual dessa viagem


________
Serviços

www.bikexplorer.com.br
www.caminhodosol.org

Leia os 8 Comentarios sobre esta viagem

claudio ramos disse:
23/04/2009

LEGAL ESTE PERCURSO DO CAMINHO DO SOL.
RESIDO PERTO DO SITIO BIACHINI.
MANDA FOTOS DAQUELA REGIAO.
SOU AMIGO DO JARBAS E DONA ILKA

UM FORTE ABRAÇO

ecofotos disse:
24/04/2009

Olá Cláudio
As fotos deste percurso estão no http://www.flickr.com/photos/ecofotos/sets/72157607709860337/

Abraços

Mauro disse:
22/08/2009

Parabéns pelas fotos e fiquei realmente interessado.
Será que vocês poderiam me informar os custos de alimentação, hospedagem e outros gastos para percorrer esse caminho a pé.

ecofotos disse:
22/08/2009

Olá Mauro

Obrigado pela visita e mensagem. Eu acabei não anotando os valores, mas são bem acessíveis. Creio que você pode ter essa informação em detalhe no site http://www.caminhodosol.org/
Abraços e boa peregrinação.

Fernando Antunes disse:
17/07/2012

Olá, muito bom o caminho do sol, já fiz. Foi em quatro dias e não em três, parabéns pelas fotos e a pedalada.
Você ainda tem o arquivo do garmim que armazenou a rota?
Abraços.

ecofotos disse:
28/07/2012

Oi Fernando
Sim, tenho. Te envio para seu email.
abs

Lucas Pinto disse:
12/12/2012

Olá!

Bem Legal pode me mandar o arquivo do GPS?

Obrigado!

Abraços

ecofotos disse:
15/12/2012

Olá Lucas

Já lhe enviei o arquivo por email.
Bom pedal

Participe! Comente aqui