EcoFotos | Viaje pelo mundo da fotografia

[SP] Cunha

Esta viagem foi realizada no carnaval de 2006 e fui com minha esposa e nossos amigos Flávio, Ingrid e seu filho André (2,5 anos).

Sem dúvida alguma, um dos maiores atrativos de Cunha além da posição geográfica, cercada pela serra da Bocaina, é a cerâmica. Existem dezenas de ateliês que criam desde peças rústicas até verdadeiras obras de arte em cerâmica.

Depois de um grande marabalismo para fugir do trânsito da marginal tietê na sexta-feira a noite chegamos em Cunha por volta das 23h. Em pouco tempo já deu para desestressar e entrar no clima da pacata cidade que fica na estrada que liga Guaratinguetá a Paraty.

:::

Confira a galeria de fotos dessa viagem

Dia 1 – Parque Estadual da Serra do Mar núcleo Cunha – Indaiá.

O dia amanheceu bom e sol nos brindava para um belo feriadão de 5 dias para curtir todos os encantos da cidade e arredores. Após o café da manhã fomos conhecer o Parque Estadual da Serra do Mar núcleo Cunha – Indaiá.

O parque fica na estrada Cunha-Paraty cerca de 21 km por uma estrada transitável com qualquer veículo. Lá podem ser feitas várias trilhas de curta à longa duração. As de longa duração devem ser agendadas com antecedência. Como estávamos com o Andrézinho optamos pela trilha curta que margea o rio.

Voltamos para almoçar na cidade e optamos para conhecer a estalagem Shambala, que fica na própria rodovia Cunha-Paraty. Valeu a pena, delicioso o almoço. No fim da tarde fomos conhecer o centro, o mercado, a igreja matriz e tivemos a sorte de encontrar um grupo de dança folclórica.

A noite o jantar foi na própria pousada onde aproveitamos para conhecer os demais hóspedes e fazer novas amizades.

Dia 2 – Pedra da Macela

Como o dia amanheceu totalmente aberto decidimos ir conhecer a pedra da Macela. O acesso para a pedra fica na mesma rodovia Cunha-Paraty e são 4 Km depois que seja a rodovia. Os carros ficam estacionados na parte de baixo e o acesso é feito a pé por uma estrada asfaltada que leva até o pico.

É uma caminhada de cerca de 50-60 min bem íngrime e pode cansar um poucos os sedentários. O acesso é proíbido para carros, pois lá em cima estão antenas de transmissão e não há espaço para estacionar lá. E obviamente é um lugar para se caminhar e apreciar o visual. Infelizmente, como na maior parte das vezes, não se consegue ver nada devido ao nevoeiro. Mas dizem os mais sortudos que a vista da praia lá de cima é incrível. J

Ainda antes do almoço fomos para São Luiz do Paraitinga por estradas de terra, passando por fazendas e vales muito bonitos. O que não contávamos é que a cidade estava praticamente interditada por conta de seu famoso carnaval. Resultado mudamos o destino do almoço para Lagoinha, que devido ao horário acabou sendo chá das 5h. J

Na volta para cunha paramos na entrada da cidade e fiz muitas fotos noturnas da rodovia e da própria cidade.

Dia 3 – rodovia Cunha-Paraty

Escolhemos a segunda-feira para descer até Paraty. A rodovia é toda asfaltada exceto na parte que cruza o parque que é de terra com pedras em em alguns trechos bem precária. Como estávamos de 4×4 não tivemos nenhum problema, porém com carro passeio dá para descer desde que com bastante cuidado. Já para subir é um pouco mais complicado e se chover, esqueça. É melhor não arriscar.

Como Paraty e Trindade estavam impraticáveis com muito congestionamento, decidimos voltar ainda pela manhã e fomos almoçar novamente no Shambala. A tarde fomos conhecer uma das cerâmicas: Anand Ateliê, também na rodovia Cunha-Paraty.

Dia 4- cachoeiras do Pimenta e Desterro

Passamos boa parte da manhã na pousada e como nossos amigos tiveram que voltar mais cedo fomos conhecer as cachoeiras do Pimenta e Desterro. Voltamos para almoçar na pousada e no fim da tarde fomos refazer parte da trilha até Lagoinha por outro caminho, sendo 100% por terra e passando na histórica fazenda Santana.

A noite fomos jantar no Quebra Cangalha, um delicioso restaurante na cidade.

Dia 5 – cachoeiras do Mato Dentro, Paraitinga e a gruta do Canhambora.

Bem, como todo último dia deve ser curtido em sua plenitude, esse não foi diverente. Como minha esposa preferiu ficar curtindo a piscima peguei o jipe e fui conhecer o distrito de Campos de Cunha. Lá acabei descobrindo várias opções de passeios que merecem um retorno. Uma delas é a Trilha do Ouro que sai dali e desce até Mambucaba no litoral num passeio de 2-3 dias.

Bem, para aproveitar o pouco tempo que tinha fui conhecer as cachoeiras do Mato Dentro, Paraitinga e a gruta do Canhambora. Voltei para almoçar na pousada e e no meio da tarde retornamos para São Paulo com mais uma sensação de dever cumprido por mais um feriadão bem aproveitado.

Maiores informações sobre Cunha: www.cunhatur.com.br

Leia os 8 Comentarios sobre esta viagem

SIRLEY disse:
16/04/2009

EU GOSTEI MUITO DAS FOTOS PARABENS, SOU APAIXONADA POR ESTA CIDADE E SUAS BELEZAS NATURAIS E SOU ADEPTA DA PRESERVAÇÃO DE TODA SUA BIODIVERSIDADE DO AMBIENTE LOCAL, E DA CIDADE DE CUNHA POIS SOU PROFESSORA DE GEOGRAFIA E PEDAGOGA.

Gilberto Cássio Cunha disse:
17/08/2009

Adilson,
Sou eu , seu meio primo aqui de Atibaia.
Gostaria de uma informação. Voce sabe em que condições se encontra a estrada Cunha-Paraty? pretendo ir de moto com a Elizabeth no final de semana que vem,de Cruzeiro a Cunha e de Cunha até lá, e sabendo que você tem vários contatos por este mundo aventureiro pensei que você pudesse me orientar ou obter alguma noticia deste trecho atualmente.
Estou sabendo que de carro nem pensar, mas como minha moto é ON-OFF ROAD sei que pode ser possível.Somente se a estrada estiver impraticável.

Abraços e um beijão para a Marcia.

ecofotos disse:
17/08/2009

Olá Gilberto, poxa que surpresa!
Cara, eu passei lá há vários anos e ouvi ultimamante que estava interditada para ser restaurada, já que não pode ser asfaltada por estar dentro do parque. Achei este link no google http://www.mochileiros.com/motoca-estrada-cunha-paraty-interditada-para-carros-t33114.html. Eu recomendo ligar para alguém de Cunha ou Paraty para confirmar. Recomendo o http://www.cunhatur.com.br, lá tem o telefone deles e da polícia rodoviária.
Grande abraço e boa viagem

Nilton disse:
02/11/2009

Ola pessoal, sobre cunha podem perguntar para mim, sou guia da cidade e minha é fazer trilhas por ela, a estrada esta interditada, na ultima quinta feira 29.10.09 se agravou um pouco mais rodaram algumas cabeceiras de pontes para motos de trilha com pequena esperiencia da para passar é uma aventura é tanto..Sobre a trilha d ouro existe uma descida por cunha, pelo calçamento original feito pelos escravos para levar as carruagens e charretes com o ouro para paraty..um abraço estou a disposição para maiores informações.

Sergio Barcellos disse:
03/12/2009

Olá Nilton,
Estou querendo ir de Cunha para Paraty com um veiculo 4×4 e pelo que tenho lido não dá para concluir nada sobre a situação da estrada que andou interditada. Estou querendo saber se dá para passar com uma caminhonete 4×4 com reduzida. Quero ir até Trindade antes do Natal.

Um abraço e muito obrigado

Cristian disse:
07/01/2010

Pessoal,

Estou absmado com o questionamento de vocês… dia 13/12/2009 eu fui de SP para Paraty pela estrada de Cunha, e por incrível que possa parecer, de Astra… falando sério, comprei um GPS para ter mais segurança na viagem já que iria até Porto Seguro-BA de carro, mas como podem ver, não comecei bem a viagem, esta estrada esta uma “MERDA”!!! Nem de cavalo se consegue chegar em Paraty… não utilizem… eu desci de carro por não ter mais opção, uma vez que estava na estrada e chovendo, não conseguia mais voltar… nem socorro chegaria até lá… quando cheguei em Paraty (depois de 2h de descida “com cuidado e bem devagar) contei a aventura… me informaram que nem os jipeiros utilizam mais pelo perigo!!!
NÃO UTILIZEM, MUITO PERIGOSA!!!!

ecofotos disse:
08/01/2010

Olá Cristian
Obrigado pelo feedback, mas realmente já havia posts anteriores informando que a estrada estava interditada. Realmente não é recomendável passar por ela sem perguntar às pessoas da região. Este trecho está dentro do parque estadual e reconstrução se arrasta há anos numa pendência judicial devido ao impacto.

Raquel disse:
29/05/2012

O GPS nos levou a estrada de cunha- paraty, estavamos indo para Trindade, é muito maravilhosa a paisagem, mas tb muita adrenalina!!!!!!!!!!!!!descemos com um palio e um peggeot…adrenalina 1000000!!!!!

Participe! Comente aqui